Vestibular Unificado 2022 - Unifipa
    Vestibular Medicina 2022 - Unifipa/Fameca
    Curso de Extenso - Atualidades no Tratamento de Feridas
    Setembro Amarelo - Valorize a Vida
    Ps-Graduao Lato Sensu Unifipa 2021
    Direito Unifipa
    A Unifipa na palma das mos. Baixe agora o aplicativo EduConnect
    Unifipa entre as melhores. Nota 4 no MEC.
    Guia de retomada segura das atividades. Acesse e baixe o contedo.
    Manual do Mdico Residente - 2021/2022

Últimas Notícias

27
set

Falece ex-diretor da Fameca

             O dr. Eduardo Carlos da Silveira Mendes Junior, ex-professor e ex-diretor da então Faculdade de Medicina de Catanduva/Fameca, faleceu no último dia 24, no HCOR, em São Paulo.             Graduado pela Famerp e mestre em Cirurgia Plástica pela Unesp de Botucatu era membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e sócio titular fundador da Sociedade Brasileira de Queimaduras. Foi responsável pela Unidade de Tratamento de Queimados/UTQ do Hospital Padre Albino.             Em sua gestão na direção da Fameca, de 2001 a 2005, com apoio da Fundação, iniciou o processo de modernização curricular, ampliação física, com instalação de novos laboratórios e recomposição do corpo docente.             Dr. Eduardo estava residindo em São Paulo há vários anos, mas foi sepultado em Sorocaba.
27
set

Ligas da Medicina/Fameca promovem Simpósio de Atenção Multidisciplinar ao Deficiente

          Na última segunda-feira, 20 de setembro, as Ligas de Genética Médica (LGEM) e de Ortopedia (LAOME) do curso de Medicina/Fameca do Centro Universitário Padre Albino (Unifipa) realizaram o Simpósio de Atenção Multidisciplinar ao Deficiente. Com duração de duas horas, o evento foi online, através da plataforma Google Meet.               Com a palestra “Atenção Multidisciplinar ao Deficiente”, ministrada pela Drª Fabrícia Martins, fisioterapeuta, e Drª Larissa Sellin, fonoaudióloga da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de Catanduva, a ação foi realizada com o objetivo de enfatizar o mês de visibilidade do deficiente. 
24
set

Cocam doa energia elétrica para a Fundação

             A Cocam – Cia de Café Solúvel e Derivados doou 24.075 kWh (vinte e quatro mil e setenta e cinco kilowatt-hora) de energia elétrica, referente ao mês de agosto/21, à Fundação Padre Albino (FPA). A energia doada pela Cocam é totalmente limpa, proveniente de fonte renovável.               Em junho de 2021, com o apoio da W7 Energia, que conduziu todo o processo de migração e cuida da gestão dos seus contratos de energia, a Fundação Padre Albino migrou três unidades – hospitais Padre Albino e Emílio Carlos e Campus São Francisco da Unifipa - para o mercado livre de energia Essa iniciativa já gerou para a FPA economia no custo com energia elétrica de 22% entre junho e agosto de 2021, o que representa, aproximadamente, R$ 152 mil.               O diretor administrativo e financeiro da FPA, Heliton Wagner Benetelli, explica que “qualquer empresa que estiver no mercado livre de energia também pode doar para a Fundação Padre Albino, principalmente as usinas do setor sucroenergético, que geram energia e comercializam seus excedentes”.
23
set

Núcleo de Apoio Psicopedagógico da Unifipa promove Ação de Valorização da Vida pelo Setembro Amarelo

             Com início na última segunda-feira, 20 de setembro e término amanhã, dia 24, o Núcleo de Apoio Psicopedagógico (NAP) do Centro Universitário Padre Albino/Unifipa está realizando a campanha Ação de Valorização da Vida – Setembro Amarelo. A atividade se resume em decorar árvores nas entradas do centro universitário com bilhetes, notas e recados de apoio e valorização à vida.               Segundo a Profa. Ma. Adriana Tonon, “o objetivo da campanha é conscientizar sobre a prevenção do suicídio e dar visibilidade à causa na comunidade acadêmica, além de incentivar os estudantes e funcionários sobre a importância da valorização da vida”. De acordo com Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), cerca de 800 mil indivíduos tiram a própria vida todos os anos. Neste sentido, cuidar, prevenir e agir para o equilíbrio da saúde mental, evitando emoções negativas como ansiedade ou descontrole, bem como doenças como depressão, é fundamental para valorizar a vida.               “Os índices crescentes de suicídios nas últimas décadas alertam sobre a importância de falar sobre o assunto. Existe um tabu muito grande acerca do tema, mas o colocar em pauta na sociedade é fator importante para evitar a perda de outras vidas. Ao longo dos últimos anos, escolas, universidades, entidades do setor público e privado e a população de forma geral se envolveram nesse movimento”, completa a professora.               Todos os alunos e colaboradores estão convidados a retirar um papelzinho – que pode ser encontrado nas entradas da Unifipa, ou na secretaria acadêmica –, escrever sua mensagem e amarrar nas árvores decoradas. No mês de prevenção ao suicídio, mensagens como “Você não está sozinho!”, “Sua dor pode ser superada!” e “Juntos somos mais fortes” podem servir como alento e esperança a quem mais precisa. 
CENTRO UNIVERSITÁRIO PADRE ALBINO - UNIFIPA