Últimas Notícias

13
nov

Câmara de Rio Preto concede votos de congratulações a projeto de extensão do Direito UNIFIPA

              No último dia 30 de outubro, a Câmara Municipal de São José do Rio Preto, em sessão solene, por indicação da vereadora Cléa Rodrigues, concedeu “Votos de Congratulações” à docente do curso de Direito da UNIFIPA, Profª Me. Ivana Mussi Gabriel, e aos alunos e egressos autores das cartilhas “Controle social dos gastos públicos”, reconhecendo a importância educativa delas para a sociedade, em especial, a última, que trata de eleições.               As cartilhas fazem parte de projeto de extensão desenvolvido há mais de cinco anos, sob coordenação da Profª Ivana, cujos autores, Alana Fávaro, Ana Letícia Bragion dos Santos, Gabriela de Faria Paiva, Guilherme Augusto Trevisan, João Vitor Mota, Júlia Lavrador, Karina Ogata, Lucas Barbieri, Luís Augusto Guareis dos Santos, Marcos de Oliveira Melo Filho e Thales Henrique dos Santos, são alunos ou egressos do curso.   Para a Câmara Municipal de São José do Rio Preto, “a cartilha sobre eleições é de extrema importância porque informa, de forma simples e lúdica, numa leitura prazerosa e divertida, os aspectos morais e éticos, bem como jurídicos, do panorama eleitoral, conduzindo e amparando o leitor para reflexões e ponderações para o propósito de mudar a realidade com o exercício do voto”.   Fotos: Profª Ivana com a vereadora Cléa Rodrigues e com o presidente da Câmara, Jean Charles, e com alunos autores das cartilhas.      
12
nov

Os poderes medicinais das plantas regionais

Conhecimento da população sobre fitoterápicos foi testado em pesquisa desenvolvida pela UNIFIPA   Docentes e alunos do curso de Biomedicina do Centro Universitário Padre Albino/UNIFIPA finalizaram estudos sobre a percepção da população a respeito da aquisição e uso de medicamentos fitoterápicos. Os dados e experimentos foram realizados entre setembro e dezembro de 2017 e concluído neste ano, com o objetivo de medir o conhecimento da população sobre as plantas medicinais e avaliar alguns parâmetros de qualidade em extratos de camomila, capim limão, erva doce e espinheira santa. A pesquisa, sob responsabilidade da Profª Drª Andreia de Haro Moreno e colaboração da Profª Drª Adriana Balbina Paschoalato, foi desenvolvida pelas alunas Beatriz dos Santos Lio e Tamires Pereira Duarte Paes. As acadêmicas aplicaram questionários junto à população a fim de medir o conhecimento sobre o assunto, incluindo pessoas com câncer. Os resultados permitiram verificar que dos 120 entrevistados, 96% disseram saber o que são plantas medicinais e fitoterápicas e destes, 55% afirmaram consumi-los na forma de chás obtidos em lojas de produtos naturais. A finalidade mais citada no uso de fitoterápicos foi para gripes e resfriados (30%), seguida de calmante e sedativo (17%), dores no estômago (13%) e emagrecimento (11%). As pesquisadoras também verificaram que a maioria dos entrevistados não se preocupa com a procedência e efeitos adversos dos fitoterápicos, colocando em risco a própria saúde e questionando os resultados esperados, e 95% alegaram falta de informações à população. “Torna-se de extrema importância a disseminação de informações reais com embasamento científico pelos profissionais de saúde”, enfatiza a docente responsável pelo projeto, Profª Drª Andreia de Haro Moreno. Visando corrigir a falta de informações confiáveis, o grupo de estudo realizou avaliações laboratoriais a fim de comprovar a presença e eficácia de compostos ativos em extratos preparados pela técnica de percolação, além de outros testes de qualidade. Os resultados obtidos foram transformados em artigo científico apresentado em congressos. Foto: Produtos à base de fitoterápicos desenvolvidos pelo curso de Biomedicina da UNIFIPA.  
09
nov

Docente da Enfermagem qualifica tese de doutorado

No último dia 05 de novembro, a Profª Mª Aline Fiori dos Santos Feltrin, do curso de Enfermagem da UNIFIPA, realizou exame para qualificação de sua tese de doutorado "Aspectos da Atenção Cardiovascular no cenário da Regionalização", que está sendo orientada pela Profª Drª Janise Braga Barros Ferreira, do Departamento de Medicina Social da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP.   A banca examinadora foi composta pela Profª Drª Aldaisa Castanho Forster (USP- Ribeirão Preto), Profª Drª Lucieli Dias Pedreschi Chaves (USP-Ribeirão Preto) e Prof. Dr. Ademar Arthur Chioro, ex-ministro da Saúde (UNIFESP-SP).  
08
nov

Identificação Botânica é tema de atividade de Agronomia

            Alunos do curso de Agronomia da UNIFIPA participaram de atividade, no dia 27 de outubro, sobre identificação botânica, abordando a sistemática vegetal, que é ramo da Biologia que estuda a diversidade das plantas com base nas variações morfológicas e nas relações evolutivas.             Desenvolvida pela docente do curso, Profª Drª Maria Izabela Ferreira, a atividade proporcionou aos alunos a identificação das famílias botânicas de diversas espécies, conhecimento fundamental para o agrônomo, “pois o torna capaz de identificar as plantas, tanto em ambientes naturais com grande diversidade quanto nas áreas de produção”, explicou a professora, que é Mestre em Horticultura e Doutora em Ciências pela UNIPD de Pádova, Itália, e em Biodiversidade – Fisiologia de Plantas pela UNESP de Botucatu.  
CENTRO UNIVERSITÁRIO PADRE ALBINO - UNIFIPA