Últimas Notícias

15
fev

Medicina terá Programa de Mentoria para alunos do 1º, 2º e 3º anos

           O curso de Medicina da UNIFIPA iniciará, nos dias 19 e 26 de fevereiro, o Programa de Mentoria para os alunos do 1º, 2º e 3º anos. O atendimento de Mentoria acontecerá às terças-feiras com encontros uma vez por mês. Cada grupo terá um Mentor (médico experiente e atuante) e um Mentor Júnior (aluno do 6º ano).               De acordo com a coordenadora do programa, a psicóloga Adriana Pagan Tonon, a Mentoria é um programa de suporte e desenvolvimento em que alunos de diferentes anos se reunirão em grupos com um médico experiente para trocar experiências e aprofundar assuntos relevantes para seu crescimento. “Contar com a experiência daqueles que já estiveram lá pode fazer toda a diferença nessa jornada, seja a de um médico já formado (Mentor) ou de um colega veterano (Mentor Júnior)”, contou.               Os alunos poderão consultar as turmas em listas afixadas no painel da subsecretaria no Câmpus Sede da UNIFIPA.  
15
fev

O mapa do câncer em Catanduva

As neoplasias malignas, popularmente conhecidas como câncer maligno, são um grande problema de saúde pública, possuindo alta incidência e prevalência no Brasil e no mundo. Essas condições clínicas constituem um conjunto de manifestações clínicas e estão associadas a inúmeros fatores de risco. Diante deste cenário, o curso de Medicina do Centro Universitário Padre Albino/UNIFIPA desenvolveu pesquisa exploratória com o objetivo de estudar os padrões epidemiológicos através do levantamento dos diagnósticos comprovados por biópsia realizados pelo principal serviço de atendimento da região de Catanduva/SP. Os estudos conduzidos com método observacional retrospectivo transversal foram focados na incidência de neoplasias malignas (câncer) evidenciadas por biópsias anátomo-histopatológicas realizadas pelo Serviço de Patologia dos hospitais Padre Albino e Emílio Carlos. Os dois hospitais englobam todas as biópsias realizadas na cidade, as quais incluem também pacientes moradores da microrregião de Catanduva, composta por 16 cidades, totalizando 277.312 habitantes. De acordo com coordenadora da pesquisa, Profª Drª Ana Paula Girol, as biópsias foram contabilizadas apenas nas quais o laudo diagnóstico não deixava dúvidas. “Os dados coletados por exame incluíram ainda sexo, idade, local de retirada da amostra, diagnóstico e anotações complementares, que incluem estadiamento e metástases. Os casos de leucemia foram excluídos da pesquisa, já que a maioria dos laudos não confirmava a doença e sugeria correlação com os achados clínicos”, explica ela. A base de comparação dos diagnósticos e evolução no decorrer dos cinco anos analisados incluíram a incidência total por tipo de câncer; incidência de câncer por idade e por sexo e a incidência específica de um câncer por idade e por sexo. Para obtenção dos dados foram usados “teste qui quadrado, risco relativo, odds ratio”. Por fim os estudiosos elaboraram tabelas baseadas no padrão do INCA de 2016. Os dados de Catanduva foram analisados e comparados com outras regiões do Estado de São Paulo, do Brasil e do mundo. “A incidência total média dos cânceres contabilizados entre os anos de 2011 e 2015 foi de 92,04 casos para 100.000 habitantes ou 255,25 casos em média. Os cânceres de maior incidência foram os de mama, colorretal, próstata, estômago, boca/faringe e colo de útero. Após a análise detalhada dos dados foi possível observar que Catanduva apresenta um perfil epidemiológico para neoplasias que contraria, em alguns casos, as estatísticas nacionais e mundiais. De acordo com os resultados encontrados, o câncer de pulmão possui baixa incidência”, destaca a pesquisa. Outro dado importante apontado foi para a grande taxa de melanomas no município, enquanto as estatísticas nacionais são menores. A forte incidência de raios solares, o grande número de trabalhadores rurais no município e o maior número de diagnósticos feitos estão entre as hipóteses levantadas para justificar esse quadro. Além disso, a pesquisa também identificou outros diversos tumores incidentes na população da região, com diferentes classificações patológicas: adenocarcinomas (esôfago, estômago, intestino, parótida, mama, útero, ovário, próstata, pulmão, vias biliares), carcinomas (de pele - basocelular e espinocelular, mama, útero, fígado, parótida, bexiga, rim, pulmão, reto, tireoide), além de melanoma, lipossarcoma, teratoma e linfoma. A pesquisa foi desenvolvida durante quatro meses pela docente e coordenadora do projeto, Profª Drª Ana Paula Girol, com a colaboração dos acadêmicos Filipo Amorosino Daloui, Paula Pinheiro, Daiana Melo, Caio Henrique Okuda Oliveira e Gabriela Hamra.  
14
fev

Revistas internacionais publicam dois artigos da Biomedicina

O curso de Biomedicina do Centro Universitário Padre Albino/UNIFIPA obteve a aprovação e publicação de mais dois artigos completos em revistas internacionais especializadas na área de pesquisa. Os artigos são referentes a resultados de projetos de Iniciação Cientifica da graduação, de acordo com a coordenadora do curso, Profª Drª Ana Paula Girol.   O artigo “Healing effects of Lavandula officinalis essential oil associated to Arctium lappa extract in a second degree burn model”, aceito para publicação na revista impressa Academia Journal of Medicinal Plants, foi desenvolvido pelos estudantes, técnicos e docente do curso de Biomedicina e Medicina da UNIFIPA Jean C. B. Cesário; Iasmin B. Prette; Isis Forgerini; Rafael M. de Santis; Melina M. Iyomasa-Pilon; Bruna G. Glad; Giselda P. R. da Silva; Helena R. Souza; Lucas Possebon; Profª Maria de Lourdes G. Pereira; Profª Andréia H. Moreno e Profª Ana P. Girol. A pesquisa que avalia o potencial de fitoterápicos em processos inflamatórios e de regeneração tecidual também contou com a colaboração da Universidade de Aveiro, Portugal.   Já o artigo “Evaluation of Annexin A1 protein in an infectious keratitis model: therapeutic perspectives”, que estuda a proteína anexina A1 em processos inflamatórios, foi publicado na revista Current trends in Ophthalmology. O estudo também foi realizado com participação de alunos de Biomedicina e Medicina, agora já egressos, docentes e técnicos da UNIFIPA Rafael André da Silva; Ahmad Mohamad Ali Hamade; Gabriel Alcalá Souza e Silva; Gabriela Hamra Pereira; Fábio Franco de Oliveira; Helena Ribeiro Souza; Lucas Possebon e Profª Ana Paula Girol.
14
fev

Aulão solidário do Grupo de YOGA NAP/UNIFIPA arrecada 25 kg de alimentos

        O Aulão solidário do Grupo de YOGA NAP/UNIFIPA, realizado dia 13 de fevereiro, na sala de espelhos do Complexo Esportivo da UNIFIPA, no Câmpus Sede, arrecadou 25 kg de alimentos. Ainda há vagas, limitadas a 40 pessoas, para a próxima aula. A inscrição é feita no local e é preciso levar um quilo de alimento vegetariano estrito (sem nada de origem animal) e não perecível (arroz, feijão ou macarrão sem ovos etc). O alimento será doado para instituição filantrópica local.             As aulas de Yoga são ministradas pela voluntária Júlia Rodrigues Faria, aluna do 5º ano de Medicina na UNIFIPA, praticante de Yoga há seis anos, com experiência de um ano na Alemanha e formação em Hatha Vinyasa Yoga pelo Yoga Corpo e Consciência de São José do Rio Preto.    
CENTRO UNIVERSITÁRIO PADRE ALBINO - UNIFIPA